Esportes

UMA TACADA NA MISÉRIA

Bate bola no treino em Japeri (Crédito: divulgação)

Por Felipe Lucena

Japeri é um dos municípios com um dos mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado do Rio de Janeiro. No entanto, um esporte considerado de elite, vem mudando a situação de muitas crianças carentes dessa cidade. Encontra-se em Japeri o primeiro campo público de golfe do Brasil, e através dele mais de 120 crianças da região são beneficiadas.

O Japeri Golfe foi criado em 2005. No ano seguinte, a escola de golfe começou a funcionar. Atualmente, além das aulas sobre o esporte, o projeto dá às crianças cestas básicas, reforço escolar, além de ajudar em questões de saúde, como em tratamentos dentários. Muitos jovens chegam ao clube só por causa dos lanches que são dados e acabam ficando para os treinos.

A idealizadora do projeto, Vicky Whyte, que já foi vice-presidente técnica da Confederação Brasileira de Golfe (CBG) e presidente da Federação de Golfe do Estado do Rio de Janeiro (FGERJ), revelou que no começo achou a ideia ambiciosa.

– O então prefeito de Japeri, Carlos de Moraes, nos procurou querendo criar um campo de golfe no município. A ideia parecia ambiciosa. E era. Logo depois, sentimos a necessidade de criar a escola de golfe. Hoje sabemos que o campo só faz sentido com os meninos treinando duro por lá e melhorando o rendimento nos estudos – afirmou.

Desde de 2008 no projeto, o técnico Tiago Silva, que já foi caddie (pessoa que carrega a bolsa de tacos de um jogador de golfe) frisa a importância social que o projeto tem no carente município.

– O mais importante é poder ajudar as crianças com cestas básicas, reforço escolar, dando oportunidades de conhecer outros lugares. Além de estarem praticando um esporte em vez de estarem nas ruas indo por caminhos errados – disse.

Sete atletas do projeto estão no ranking nacional de golfe. Entre eles está Cristian Barcelos, de 17 anos, que foi campeão Brasileiro Juvenil de 2012. Ele é o 1º do ranking juvenil e adulto do estado do Rio de Janeiro e 2º do nacional juvenil. Essas posições levaram o menino a entrar para o ranking mundial. Cristian foi premiado com uma semana de treinamento na David Leadbetter Golf Academy, uma das melhores clínicas de golfe do mundo, que fica na Flórida. Por lá, o garoto passou por treinamentos e palestras sobre preparo psicológico durante partidas e competições.

– Foi a viagem mais legal da minha vida. Além de melhorar no golfe, aprendi muitas outras coisas. Quero muito voltar lá, mas sei que preciso aprender a falar inglês para tirar mais proveito – contou.